top of page

Câmara quer soluções para problemas na TCA

A Câmara Municipal convocou e o presidente da TCA (Transportes Coletivos de Araras), Romildo Benedito Borelli, para prestar esclarecimentos na 4ª Sessão Ordinária de 2024, ocorrida na última segunda-feira (26).


Crédito: Câmara Municipal de Araras

Questionado pelos vereadores, ele prestou esclarecimentos quanto à situação da autarquia, já que a população de Araras tem reclamações constantes sobre o serviço de transporte coletivo prestado no município.


Entre elas estão: o sucateamento dos ônibus que circulam pela cidade, a pouca quantidade de ônibus em circulação, os atrasos e a superlotação.


Os vereadores, que cobram melhorias no transporte coletivo municipal, também levantaram questões como o aluguel de novos ônibus, as denúncias de aumento de gastos com combustível, a falta de transparência no controle de quilometragem, as dívidas e a necessidade ou não de transformar a autarquia em secretaria.


Romildo Borelli afirma que desde que assumiu o cargo, em maio do ano passado, enfrenta problema de sucateamento de ônibus, o que afeta a qualidade do transporte municipal.


Sobre o contrato de aluguel de 40 ônibus a serem usados no transporte coletivo municipal pelo período de 12 meses, no valor de R$ 26 milhões, o presidente da TCA disse que o contrato ainda não foi assinado, mas que deve assinar no mês de abril.


Em relação à situação financeira da TCA, o presidente afirma que a autarquia atualmente está com déficit estimado entre R$ 4 a R$ 5 milhões. Segundo ele, desde 2016 a TCA fecha as contas com saldo negativo e é necessário intervenção do Executivo.


Commentaires


bottom of page