top of page

“Caminhada pela paz” pede justiça para Bruna Angleri

Uma caminhada silenciosa pela paz deve mobilizar amigos, colegas, familiares, moradores e autoridades da cidade em protesto pela morte da dentista Bruna Angleri, ocorrida de forma violenta nesta quarta-feira (27), em Araras.


A concentração será neste domingo (1º), a partir das 9h00, em frente à Basília Nossa Senhora do Patrocínio e a caminhada acontecerá no entorno da Praça Barão de Araras, às 9h30.


O movimento vai marcar a luta da sociedade ararense contra o ambiente e a sensação de insegurança que perdura na cidade e será, especialmente, um manifesto à violência contra a mulher.


A iniciativa é da Procuradoria Especial da Mulher da Câmara Municipal de Araras, que convida todas as entidades organizadas da sociedade e a população, em geral, a participar da manifestação. O convite é para que os participantes vistam roupas brancas. Faixas e cartazes em protesto contra o crime também estão sendo preparados e, ao final da caminhada, balões brancos serão soltos, simbolizando a busca pela justiça e pela paz em nossa cidade.


O sepultamento de Bruna Angleri, de 40 anos, foi realizado na quinta-feira às 16h30, no Cemitério Municipal. Na quarta-feira o corpo da dentista Bruna foi encontrado carbonizado em um condomínio de alto padrão no Portal das Laranjeiras, no Distrito Industrial. O ex-namorado da vítima é o principal suspeito, mas prestou depoimento e segue em liberdade.


As investigações estão sendo acompanhadas pela Procuradoria Especial da Mulher que informou em nota que “mais essa trágica e violenta morte , que sensibilizou a todos e repercutiu muito nas redes sociais e por todo o país, deve ser esclarecida. Não podemos calar e violência contra a mulher precisa acabar”.


TEXTO: CÂMARA MUNICIPAL DE ARARAS

Commentaires


bottom of page