top of page

Escolas do Pro-Creche deixam de atender alunos por falta de pagamento, prefeito afirma ser desencontro de informações

Os pais dos alunos atendidos pelo Programa Pro-Creche foram surpreendidos por uma notícia alarmante ontem (07): devido à falta de pagamento da Prefeitura, quatro unidades escolares não poderão mais atender as crianças do a partir de hoje (08).


O aviso, feito por uma escola, deixou os pais em desespero e gerou indignação na população. "Viemos através deste comunicado, com imenso pesar, comunicar que a partir do dia 08/02/2024, não receberemos os alunos conveniados ao pró creche em decorrência da falta de pagamentos pela Prefeitura Municipal de Araras-SP, tal medida tornou-se necessária em decorrência da falta de funcionários por conta do não pagamento salarial e a impossibilidade de manter os custos do convênio".


O prefeito Pedrinho Eliseu tenta minimizar a situação, alegando que tudo não passou de um mal entendido. No entanto, o Ministério Público já foi acionado para tomar as devidas providências. "Não houve suspensão de aula. Houve apenas um desencontro de informação, já resolvido com as escolas, haverá aula normalmente" afirmou em uma postagem nas redes sociais.


A educação infantil é um direito fundamental de todas as crianças, e os gestores públicos têm a obrigação de garantir esse acesso. Diante desse cenário preocupante, a comunidade exige uma solução imediata e o retorno das crianças às salas de aula.



Comments


bottom of page