top of page

Sindsepa alerta sobre nova turma de trabalhadores terceirizados nas escolas

O Sindsepa (Sindicato dos Servidores Público Municipais de Araras) divulgou que atendendo a uma antiga solicitação dos trabalhadores a Secretaria Municipal de Educação realizará remoção para o quadro de monitores educacionais, com o objetivo de permitir que esses profissionais possam escolher o local, de acordo com a disponibilidade, para desempenharem as suas funções.


O Sindicato alerta que apesar da boa notícia, o momento é de expectativa na Rede, "pois o fim do contrato de cuidadoras terceirizadas pode agravar a situação de falta de condições de trabalho já enfrentada há quase 2 anos pelas escolas de Educação Infantil. Lembrando que foram os monitores efetivos que realizaram todo o trabalho durante esse longo e difícil período".

Crédito: Prefeitura Municipal de Araras

É importante ressaltar que, conforme o Acordo Coletivo firmado, o Sindsepa está recebendo denúncias e informações sobre condições inadequadas de trabalho para combater as situações que comprometem a saúde do trabalhador.


O Sindicato reafirma sua posição contrária às terceirizações, medida que não traz solução para a situação precária em que se encontram os diversos setores da administração pública e reforça sua luta a favor de concurso público para contratação de funcionários de apoio.


SME se desobriga da responsabilidade de realizar manutenção nas escolas

Outro assunto que infelizmente está em pauta na rede escolar é a falta de verbas para manutenção e reparos do cotidiano, como troca de fechaduras e até limpeza da caixa d’água das unidades escolares, sendo que as equipes gestoras estão tendo que usar dinheiro arrecadado pelos alunos e comunidade, por meio de rifas e venda de pizzas para comprar material e poder efetuar esses reparos, obrigação esta que seria da Secretaria de Educação.


Representantes da Secretaria de Educação não foram encontrados para comentar o assunto.


Reprodução Sindsepa

コメント


bottom of page