top of page

Sindsepa denuncia que servidores e população sofrem com o descaso do Governo com a saúde

O SindSepa (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Araras) denunciou que os postos de saúde estão sem o mínimo de condições para atender a população e oferecer um ambiente digno aos trabalhadores.


De acordo com o Sindicato, atualmente os Postos de Saúde Araras estão funcionando sem galões de água, material de limpeza e outros insumos necessários para atendimento, além das péssimas condições dos prédios que estão com infiltrações, pisos soltos, sem ventiladores ou ar condicionado, salas de atendimento totalmente insalubres, inclusive para receber crianças e recém-nascidos.

Crédito: Reprodução Sindsepa

É importante lembrar que foi anunciado recentemente a reforma - com dinheiro advindo do empréstimo FINISA, da UBS “Antônio Carlos Fabricio”, e os pacientes foram redistribuídos para atendimento em outros postos, sendo um deles a USF “Dr Fermin Blanco”, que está em condições piores que o interditado para as melhorias.


Na USF “Dr Fermin Blanco” até os armários onde são guardados os prontuários dos pacientes estão amarrados com arame para não cair, o que evidencia a situação precária do posto. No local não há se quer um ventilador nas salas de atendimento e na sala de espera.


O Sindsepa ressaltou que não podemos nos esquecer também que Prefeitura aderiu ao Consórcio 8 de Abril para terceirização dos exames da Rede Municipal e, por meio dele, também paga para laboratórios da cidade a realização exames, sem contar o verdadeiro cabide de empregos gerado pela celebração desse contrato, pelo qual várias pessoas são contratadas sem concurso público e com salários altíssimos para atender a interesses do Governo.


Para o SindSepa, o descaso com a população e com os servidores está claramente demonstrado por essa administração, pois não respeita as Leis Municipais e nem prioriza o atendimento à população, deixando os locais sem a devida manutenção e contratando cada vez mais empresas terceirizadas que só visam lucros.


"Mesmo diante das perseguições e ameaças vamos continuar trabalhando e denunciando os desrespeitos e assédios realizados com nossos trabalhadores. Pelo bem dos serviços públicos e pela nossa estimada população, não vamos nos acovardar, vamos intensificar a luta, por um ambiente de trabalho digno e por melhores condições".


A reportagem não conseguiu encontrar os representantes da Prefeitura para comentar o assunto.


COM INFORMAÇÕES DO SINDSEPA

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page