top of page

Vereadores aprovam Comissões Temporárias de Assuntos Relevantes para acompanhar e fiscalizar as denúncias relacionadas à Saúde e à Educação

Na 10ª Sessão Ordinária, da última segunda-feira (8), os vereadores da Câmara Municipal de Araras aprovaram a formação de duas Comissões Temporárias de Assuntos Relevantes para acompanhar e fiscalizar as denúncias relacionadas à Saúde e à Educação Públicas de Araras.


Crédito: Prefeitura de Araras

Na mesma sessão, ocorreu também a votação de duas Comissões Especiais de Inquérito, também para investigar a Saúde e a Educação Públicas de Araras. Entretanto, essas duas CEIs foram rejeitadas.


Somente no mês de abril compareceram três autoridades, sendo eles o diretor presidente da Faculdade São Leopoldo Mandic, José Luiz Cintra Junqueira, o secretário municipal de Saúde, Alex Rogério Zaniboni, e a secretária municipal de Educação, Heleine Villas Boas, que puderam explanar sobre os trabalhos realizados em suas áreas e responder perguntas feitas pelos dos vereadores.


Os temas de Saúde envolvem a terceirização da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para a Faculdade São Leopoldo Mandic; filas de espera para consultas na rede pública; fila para realizações de cirurgias; atrasos nos pagamentos dos salários dos médicos; entre outros casos.


Já na Educação Pública o foco principal foram os questionamentos em relação à qualidade da merenda escolar – assunto que trouxe uma mãe na Tribuna Livre que expôs grande preocupação acerca da qualidade e variedade dos alimentos, bem como a falta deles.


A secretária ainda respondeu sobre denúncias relacionadas à escassez de merenda, à falta de conservação das escolas, à falta de cuidadores e, até mesmo, à falta de produtos de higiene e limpeza, assuntos estes que têm preocupado os parlamentares.



Crédito: Prefeitura de Araras

TEXTO: CÂMARA DE ARARAS

Commenti


bottom of page