top of page

Sindsepa afirma que Projeto do Governo tenta legalizar calote no Araprev

O Sindsepa (Sindsepa (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Araras), afirmou que o Governo protocolou na Câmara um projeto de lei que visa comprar vidas do fundo financeiro (antigo) pelo previdenciário (novo).


Para o Sindicato, essa alteração causará a médio e longo prazo a falência da autarquia que hoje dispõe de boa saúde financeira. Além disso, o Governo quer reduzir a alíquota que a Prefeitura e autarquias pagam de 19,70% para 14%, sendo que há pouco tempo a alíquota dos servidores ativos teve um aumento e passou de 11% para 14%.

Crédito: Prefeitura de Araras

De acordo com o Sindsepa fica claro que o prefeito busca economizar em cima dos servidores, "utilizando o dinheiro que deveria garantir a aposentadoria dos trabalhadores para outros fins".


Em seu site a entidade afirmar que o próprio Conselho Administrativo se colocou contrário à redução da alíquota patronal (da Prefeitura e autarquias), mas o Governo enviou mesmo assim para Câmara o projeto da forma que ele entende ser melhor com o texto reduzindo a alíquota patronal. “Vemos que são medidas que desfavorecem a Araprev e favorecem apenas o Governo atual, que busca legalizar o calote e comprometer (como outros prefeitos fizeram) a aposentadoria dos servidores no futuro, quando nenhum dos atores dessa administração estarão mais na Prefeitura”.


A reportagem da Gazeta Ararense não encontrou os envolvidos para se posicionarem sobre o assunto.

Comments


bottom of page